quinta-feira, 26 de março de 2009

"Feliz aquele que transfere o que sabe, e aprende o que ensina."

"Feliz aquele que transfere o que sabe, e aprende o que ensina."
Cora Coralina

HISTÓRIA CURTA

Um velho cão com aparência de cansado entrou no meu pátio. Desejo lhes contar sobre ele, sua coleira, que tinha um lar e era bem cuidado.

Ele calmamente se aproximou de mim, pulou sobre o meu colo e lhe fiz uns afagos na cabeça. Então ele me seguiu para dentro de casa, cambaleando até o hall onde encontrou um canto e tirou uma soneca.

Uma hora depois acordou, procurou a porta de saída e se foi. No dia seguinte ele retornou, saudou-me no meu pátio, entrou no hall recomeçou a procurar seu cantinho e de novo dormiu por uma hora. Assim continuou por várias semanas.

Curioso, coloquei um bilhete na sua coleira: “Eu gostaria de encontrar quem é dono desse maravilhoso e meigo cão para perguntar porque sempre nos finais de tarde ele vem à minha casa para tirar uma soneca”.

No dia seguinte ele retornou, com um bilhete diferente do meu pendurado na coleira. Dizia:

“Ele mora numa casa com seis crianças – duas delas com menos de 3 anos de idade. Ele está tentando obter um tempo para dormir... Eu posso ir junto com ele amanhã?”