segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Snoopy adotado


Pessoal
É com imensa satisfação e uma grande alegria no coração, por ter a certeza de ter feito a coisa certa e ter escolhido a melhor família para o Snoopy, que eu comunico a adoção dele pela Eliana e pelo Maykell.
Agora ele vai morar num apartamento maravilhoso, com um pátio super gostoso, com bastante comida, água, carinho e será filho único.O "pai" do Snoopy disse que era o filho que eles estavam esperando.Fazia dois anos que eles estavam tomando esta decisão de adotar um cãozinho e a decisão de adotar o Snoopy foi muito bem pensada.Eles estavam já esperando por ele, assim como se espera por um bebê!!!
Sua "mae", a Eliana, contou que agora terá seu companheirinho para os finais de semana, quando seu marido viajar a trabalho, isso porque seu marido é cantor, compositor de músicas tradicionalistas gaúchas.Vão passear pelo gasômetro.
Enfim, são duas pessoas super calmas, gentis e amorosas que amaram o Snoopy, mesmo antes de conhecê-lo, que já tem até outro nome escolhido, e que prometeram amá-lo e cuidá-lo até o fim de sua vida.
Valeu a pena ter entrado aquele dia no ônibus, e ter me agarrado a ele, mais ainda de ter cuidado dele, de ter castrado, vacinado, vermifugado e tirado todos aqueles milhares de carrapatos que se agarravam nele, assim como ele se agarrava em mim.Tive a sensação que Deus me deu a missão certa, salvar, proteger, sofrer, mas também ter as suas compensações.
Compartilho então, com todos, mais uma missão cumprida!!!!!
Valeu!!!!!!!!

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Snoopy, indefeso cãozinho preto, de +- 8-9 meses, que invadiu 1 ônibus de linha cheio, em plena tarde de janeiro e pulou no colo de 1 moça






























Olá, me chamo Snoopy, tenho + ou - 8-9 meses.Fugi de casa ontem, dia 05 de janeiro de 2009.Estou ficando adolescente e fui a procura de aventura.Meus pais não viram quando fugi.Saí pelas ruas, pulando e correndo atrás das borboletas, e achando maravilhosa esta minha aventura.Era tanta coisa pra se ver, nunca tinha saido de casa antes, tinha tanta gente...no começo achei legal, mas com o tempo fui sentindo sede e fome.Me afastei tanto que com a pouca experiência que tenho, e meu faro de adolescente, me perdi fácil.Entrei em pânico, senti que tinha feito bobagem.Bem, decidi procurar ajuda, quem sabe alguém me levava de volta pra casa? Foi ai que tive a idéia de fazer assim como a minha mãe humana faz todos os dias:pegar um ônibus.E foi o que fiz!!! Causei pânico no coletivo, todos queriam me escurraçar, e eu não sabia porquê.Eu só queria voltar pro meu cafofo...Corri por dentro do carro.Estava cheio...Havia alguns passageiros que pensaram que fosse assalto.Passei pelas pernas de muita gente, até que senti um cheirinho de aconchego.Olhei pra aquela moça loira, de óculos e senti que ela poderia me ajudar.De súbito pulei no colo dela e me abracei no seu pescoço.Ela levou um susto danado, não imaginava.Mas me agarrou com tamanha delicadeza e foi me acalmando.Viajamos juntos, abraçados sob o olhar piedoso de uns e sobressaltado de outros.Chegamos até a parada dela.Estava calmo, tranquilo.Ela me levou para um banho dos Deuses.Eu estava crivado de carrapatos.Compramos uma guia linda, em tons de azul.Eu logo me apaixonei por ela.Pensei, será que ela vai me levar pra casa?
Depois disso veio a decisão fatal, nos apaixonamos um pelo outro e decidimos que ela ficaria comigo se eu não conseguisse um lar.
Foi ai eu fui levado para o Vet Pedro , para ele me dar um outro banho medicinal para terminar de retirar todos os carrapatos, acredita que ficou ainda alguns carrapatos? Vou ser vermifugado, vacinado e castrado.Acredito que em 10 dias no máximo estarei prontinho para ser adotado.
Eu amo crianças, não posso escutar a voz de uma criança e logo procuro ver de onde vem.Sou de porte pequeno para médio.Peso 9 kilos.Não tenho um pontinho branco, a não ser o terceiro olho que me deram na pet shop, quando fui tomar banho(hehehe).Sou brincalhão e alegre, muito alegre.Não lato e não choro, a não ser quando a minha mãe me deixou lá no tio Pedro , ai sim, eu chorei muito.
Se alguém gostar de mim, e tiver filhos pequenos, e quiser me adotar, escreva pra minha mãe: snifpet@gmail.com, Vera é o nome dela.
Assinado,
Snoopy